quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Melhor a emenda que o soneto...



Gheorghiu cancela a sua Carmen (da ópera homónima) - prevista para Dezembro, no Met -, sendo substituída por Garanca.


Mentiria se dissesse que lamento o sucedido...


«(...) Ms. Gheorghiu simply expresses “deep regret” for having to withdraw from this production, which has been highly anticipated partly for the infrequent opportunity to hear a noted soprano sing a touchstone mezzo-soprano role. The mezzo-soprano Elina Garanca, who sang the title role in Rossini’s “Cenerentola” at the Met last season to acclaim, will sing Carmen in place of Ms. Gheorghiu, who will still sing the final two performances for which she was scheduled, on April 28 and May 1. On those dates her Don José will be the tenor Jonas Kaufmann.»


« A spokesman for the Romanian soprano says she is unable to perform the six shows at the Metropolitan Opera in New York for "personal reasons". The production, which is due to open on New Year's Eve, is to be staged by Sir Richard Eyre around Gheorghiu, 43, and her husband, the French tenor Roberto Alagna, 46.

She has rarely played the role of the fiery Spanish gipsy in Georges Bizet's opera, which was written for mezzo-sopranos. The Met's production is due to be broadcast in theatres around the world. The couple have been banned twice by the opera house after their contretemps over previous productions.»

4 comentários:

J. Ildefonso. disse...

Li não sei em que blog que há 9 anos que a cantora não cumpre de forma integral nenhum dos seus compromissos cancelando ao menos algumas da recitas previstas. É normal que um cantor cancele se achar que não está na melhor das formas porque ninguém quer uma recita mais ou menos, muito menos os publico, todos desejam uma recita extraordinaria, público e cantores. É no entanto de estranhar que uma cantora jovem que devia estar no auge das suas capacidades seja tão renitente em cantar. Também a Gruberova cancela muito mas tendo em conta a sua idade e longevidade da carreira é muito compreensivel que assim seja.

blogger disse...

J. ildefonso,
provavelmente porque tem em conta as suas limitações vocais. uma coisa é gravar cds onde as maravilhas digitais conseguem colocar tudo perfeito e outra é o levar a palco. ao que vi no site dela, ela vai estrear-se como adriana lecouvreur no ano que vem.

João Ildefonso. disse...

É exactamente o que eu penso caro anónimo e que acho que já tive oportunidade de escrever aqui no blog. Aliás uma cantora que grava a Carmen, Tosca, Trovador e que depois canta o Elixir do Amor, O amigo Fritz e o Fausto... está com problemas de identidade!

J. Ildefonso. disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.