domingo, 22 de fevereiro de 2009

Nilsson & Domingo


(Birgit Nilsson e Plácido Domingo)

Nilsson e Domingo nunca actuaram juntos, lamentavelmente.

Antes de partir, a maior das suecas líricas criou um prémio, destinado a distinguir artistas líricos extraordinários. Ainda antes de partir, a diva decidiu quem seria o primeiro galardoado: Domingo.

«The tenor Plácido Domingo, below, has been named the winner of the first Birgit Nilsson Prize for outstanding achievement in classical music, the Birgit Nilsson Foundation said on Friday. The recipient also receives $1 million. The foundation, established by Ms. Nilsson, the Swedish soprano who died in 2005, plans to award the prize every two to three years; subsequent winners will be nominated by a jury and selected by the foundation’s board, though Mr. Domingo was chosen by Ms. Nilsson before her death. In a statement, Mr. Domingo expressed his gratitude, adding: “My greatest regret was that Birgit and I never performed together in ‘Die Walküre’ or ‘Tristan und Isolde.’ I remember telling her this many years ago, to which she replied, ‘Well then, you better hurry up.’ “»

A escolha não podia ser melhor!

10 comentários:

Paulo disse...

Consegues imaginar o dueto de T & I com os dois em grande forma? Chamem os bombeiros que vai atear.

Hugo Santos disse...

Caro João, desculpe a correcção mas Birgit Nilsson e Placido Domingo actuaram juntos. Contudo, trata-se de uma parceria escassa. No MET, cantaram 4 récitas entre 15 de Fevereiro de 1969 e 21 de Fevereiro de 1970: foram 3 récitas da Turandot e uma da Tosca.

Il Dissoluto Punito disse...

Hugo,

Thanks ;-)
Eu e o The New York Times desconhecíamos tal união!

Hugo Santos disse...

Eu julgo ter a gravação da Tosca com o par Nilsson/Domingo mas não tenho a certeza.

mr. LG disse...

“News: Decca announces deaths of Christopher Raeburn and James Lock
Legendary record producer and sound engineer have died within a week of one another
22 February 2009
Decca has released the sad news of the death of Christopher Raeburn, one of the greatest classical record producers in history, only a matter of days after the death of one of his long-term colleagues, the legendary sound engineer James Lock.
Between them, the pair notched up just under a hundred years of service for Decca, had been instrumental in creating the label's sonic and artistic identity and been behind many of the Twentieth Century's greatest recordings.

Peço imensa desculpa por estar aqui a postar uma notícia que não tem nada a ver directamente com este post… mas acaba por ter, no fim de tudo!...
É que estamos cada vez mais orfãos das referências com as quais crescemos e vimo-nos a crescer no nosso mundo da Música Clássica…
É que, se já não temos a grande Birgit entre nós e vemos já próximo o fim vocal do último dos Divos (Domingo), também já não temos Raeburn e Lock para nos guiarem a uma indústria discográfica sã, quando esta se o torna, em cada dia que passa, cada vez menos…
Órfãos aos poucos e poucos…
Post it, caro Dissoluto. Agradecia.
LG
P.S. Mais tarde voltarei (voltaremos) ao Trovador de Verdi.

Raul disse...

Birgit Nilsson e Placido Domingo gravaram o juntos o Oberon de Weber sob a batuta de Rafael Kubelik. Trata-se de uma grande gravação que possuo há muitos anos.

Hugo Santos disse...

Muito bem lembrado, Raul.

Raul disse...

Acho muito dinheiro para um prémio. Onde é se vai buscar financiamento !?

Il Dissoluto Punito disse...

Raul,

A fundação financia o prémio!

Raul disse...

Mesmo assim... Não conheço nenhum prémio que se equivala. Nem o Prémio Nobel, acho eu. Ou pelo menos anda lá próximo.Ora convenhamos que não é a mesma coisa.