segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Terfel: First Love...

4 comentários:

raul disse...

Si, si, mio carissimo.

Estes grandes cantores fora da ópera têm o direito de se aproveitar do seu status e editar a música da sua terra. Agora se a música da sua terra tem algum interesse particular para além daquele que a "local people" lhe dá já é outra história. Eu confesso que música do País de Gales não é uma prioridade para mim. Outra coisa: a referida Kate Royal foi há uns meses capa da Gramophone e considerada uma grande promessa. O exemplo do Cd que que acompanhava a revista confirmava a previsão.

Moura Aveirense disse...

Continuo a achar que se ele gosta de cantar este repertório, porque não?!? Só compra o CD quem quer... Com o Andreas Scholl, a mesma coisa: embora prefira ouvi-lo (tal como ao Terfel) com outro repertório, não vejo mal nenhum dele editar as suas amadas english folksongs...

A ver, Bryn Terfel a cantar a música do seu país na Last Night of the Proms, aqui e acolá !

Cumprimentos, Moura Aveirense

Il Dissoluto Punito disse...

Moura,

Há folksongs e folksongs... algumas a tender para o piroso, não te parece?
Cumprimentos para ti também!

Paulo disse...

Eu continuo a achar que ele tem todo o direito de cantar o reportório que quiser, tal como eu tenho o direito de não gostar, de não comprar os discos e de ter pena que lhe fuja o pé para o fácil.