segunda-feira, 2 de junho de 2008

Anatoli Kotscherga

O grande baixo - que há anos seguia, sem nunca ver actuar - foi o mais proeminente intérprete da récita de Eugen Onegin (sábado, dia 31 de Maio).


(Anatoli Kotscherga, baixo)

Kotscherga segue a tradição russa, que em matéria de baixos (particularmente) fez escola: voz pujante, penetrante e grande, de uma gravidade extrema, quase cavernosa. Compôs um Gremine inolvidável!

Consta que o Boris que interpretou há anos, sob a direcção de Abbado, se encontra entre os melhores. Como o desconheço, não me pronuncio...

Para os interessados, eis a face do dito Boris Godunov:


3 comentários:

Daniel disse...

é realmente um boris godunov muito bom. julgo que seja uma produçao que remonta à versao original, salvo erro. e a meu ver, acho a encenaçao bastante inteligente. tive a oportunidade de a ver no Mezzo. e julgo que foi interpretada no festival de salzburgo de 2002, bem como tambem ja foi adaptada pelo teatro del liceu em 2006.

Jaqueline disse...

Olá João, estudo psicologia, sou amante da psicanálise, e nem sei como vim para o seu blog, me apaixonei, canto em um coral, e sou amante das óperas,dos concertos, da música erudita..Li sua interpretação de um filme sobre a personalidade de dois jovens, pós um trauma de abuso, interessantissimo, assim , como todo o resto.
Um bj

Il Dissoluto Punito disse...

Jacqueline,

Só tem de voltar mais vezes ;-))))