sábado, 22 de dezembro de 2007

Grande Teatro Nacional de Pequim...

...ossia, prosaicamente, a Ópera de Pequim.



A inauguração tem hoje lugar, dia 22 de Dezembro de 2007.



O projecto, a cargo do arquitecto francês Paul Andreu, prevê três salas distintas: a primeira, com 2400 lugares, destinada a récitas de ópera; a segunda, com 2000 lugares, acolherá música sinfónica, enquanto a terceira das salas, com apenas 100 lugares, será ocupada por ópera chinesa.



Em matéria de decoração... a coisa não tem sido pacífica:

«Pas l'ombre d'une élégance dans ces salles à l'acoustique en revanche performante et qui offrent, consolation non négligeable, un bon rapport entre la scène et la salle. La décoration de l'ensemble, contre laquelle s'est battu Andreu, est la plupart du temps lourde, prétentieuse, surchargée de marbres, et pour autant inconfortable, car le mobilier manque - hors les fauteuils des salles, qui rappellent terriblement des sièges d'avion dépourvus de ceinture.»

3 comentários:

me disse...

meu Deus! q casarão! as vezes tnh pena de n termos qualquer coia assim, destinada em grande à opera. nao que eu n goste do sao carlos, mas axo-o tao limitado. a casa da musica no porto foi concebida com mente a poder produzir operas..mas pronto..é assim!

Raul disse...

Um blogue destes merece outro tipo de escrita !!! Inqualificável.

raul disse...

João,
O edifício é magnífico. O problema é o contraste com o que o enquadra. Fica do lado direito da emblemática Praça Tiananmen, por detrás do estalinista Palácio do Povo, que no entanto faz parte de um conjunto harmonioso. A Praça Tiannaman tem ao norte a Cidade Proibida, que, por sua vez, é rodeada a norte pelo belíssimo Parque Beihai. Deste parque, de um sítio muito alto, tirei recentemente uma fotografia sobre a Cidade Proibida, vendo-se ao longe o enquadramento deste Grande Teatro. Vou mandar-lha via mail.Abraços