domingo, 28 de janeiro de 2007

Ute Lemper em Madrid

Vi-a, pela primeira vez, em Paris, na Opéra Comique, em Dezembro de 1999.
Na época, cingia-se ao repertório ortodoxo - Weill & Cabaret -, onde era extraordinária.

Pouco a pouco, tentada pelo crossover, alargou o seu repertório, ora com maior interesse - Nick Cave -, ora com menor - Brel, por exemplo.



Pelo que esta notícia dá conta, Lemper regressou ao seu território interpretativo original, deslumbrando Madrid. Não é de espantar...

3 comentários:

jose quintela soares disse...

Assisti, há 2 anos, a um espectáculo dela na Gulbenkian, em que fundamentalmente reproduzia um DVD com canções de Kurt Weill.
Gostei muito.
Tem uma força interpretativa em palco extraordinária.

Anónimo disse...

Também eu gosto muito da Ute Lemper. Vai muito bem também nas canções da Dietrich.

J. Ildefonso.

Il Dissoluto Punito disse...

José,

Estive nesse concerto, que muito apreciei. No entanto, não é o local mais adequado para a ver!
Achei interessante que os intelectuais e eruditos tenham depreciado a prestação de Ute Lemper! Se calhar, não a acharam suficientemente chata e densa...