quarta-feira, 2 de novembro de 2005

Obras ao Negro

Ainda na linha minimalista, fascina-me a estética de Ford, subtíl e discreta, ao negro.



(GUCCI fall / winter´05)

13 comentários:

HVA disse...

Finalmente um postal decididamente "demais interesses"...

Saudações,

HVA

Il Dissoluto Punito disse...

Bem mais mundanos interesses tem este servo do prazer, da graça e da estética...
Um abraço, caro H
;-)

MyHiraeth disse...

Curiosamente, a estética tem sido o fio condutor de todos os postais.
Continua, estou a adorar!

Il Dissoluto Punito disse...

Muito obrigado! Continuarei, seguramente estimulado!!!

Volto à carga: quem és tu?

MyHiraeth disse...

Eu sou uma musicómana alucinada, uma alma galesa - de onde o meu nick - que incorporou num invólucro todavia bem português, gosto de desenterrar paixões musicais, linguísticas e, porque não, Terfelianas...

Por esta altura, o pobre Hugo deve estar verdadeiramente tomado de pânico - já terá percebido que irá ouvir falar do meu bom gigante até não aguentar mais....

Mais sobre o meu nome (essa coisa de "nick" soa-me tãaao mal...) - é, pura e simplesmente, a minha saudade...

Dissoluto curioso?

MyHiraeth disse...

Ainda a propósito de estética, uma sugestão: visitem o site www.storytailors.pt.
Não creio que acompanhe a beleza obscura da colecção GUCCI - mas tem uma certa graça goticovitoriana (Meu Deus, será que isto existe?)....

Contem-me as vossas impressões, se a curiosidade vos levar a espreitar!

Il Dissoluto Punito disse...

(´cum raio! Não vislumbro nada... Quem é esta moça, de fala dócil, poética e carnal????

Com estas deambulações, à la recherche de la femme minconnue, ainda arranjo uma crise conjugal...)

MyHiraeth disse...

Punito!... bom, bom, não estou a ser justa, não se tenta intelectualmente um dissoluto, ainda para mais com desafios impossíveis: não poderias vislumbrar nada, pois não me conheces!
Mas suspeito que qualquer dia irás conhecer, e a femme minconnue (gostei desta!) há-de aparecer-te de surpresa sob a sua forma mais terrena: sempre despenteada, nada loira e feérica, conjugal e maternalmente atenta, mas enfim, com a alma de sempre...

Caro Macabre, o silêncio é de ouro, não estragues a surpresa!

Il Dissoluto Punito disse...

Fico mais descansado! Uff! A minha mulher já me fizera um ultimato!!! lol

MyHiraeth disse...

A nossa alma não tem fim, pois não, caro Dissoluto..? Ao passo que as nossas formas físicas obedecem à rigidez dos limites, a alma não os conhece...por isso, podemos ser, sem qualquer contradição, tudo o que quisermos.
E graças a ti, podemos dizê-lo aqui!

E um ultimato te faço também eu (LOL e ROFL - acho eu é assim, estas modernices...!)pois ainda não tive resposta tua: daria prazer a esse servo mundano ver alguma poesia neste espaço???

MyHiraeth disse...

Ok, ok, eu confesso: tentativa de poesia será um termo mais adequado! Mas prometo que é feito no momento, e inteiramente original!

mais um beijo na testa - para ti também, querido Macabre!

Dissoluto: sabes que também existem fadas galesas de olhos escuros e cabelereira escura????

Il Dissoluto Punito disse...

Divulgar poesia, neste espaço, não sei... Por enquanto, não me comprometo. Mais tarde, ver-se-á, ok?

Quanto às fadas galesas, não sei! Nunca as vi!

MyHiraeth disse...

Ui! Não sei se utilizaria a palavra "divulgar", caro Punito!
Pergunto apenas se poderei fazer os meus comentários nesse "formato"! Nem o meu atrevimento ;-) chegaria para sugerir qualquer outra coisa!

mil perdões se te induzi em erro!

Saudações penitentes desta vossa serva!