domingo, 8 de maio de 2005

Live in Italy...



(DECCA 289 455 981-2)

Comprei este monumental disco há anos, em NY... Receio bem que, um dia deste, o dito disco cesse de tocar, por excesso de leitura !

A propósito do repto que César Viana - do agradável e inteligente bajja - lança, ao divulgar a sua lista de cd´s a levar para uma ilha, ocorreu-me referir este imperdível registo.

Apesar de ser muito chic menosprezar as divas - Gheorghiu, Fleming e a própria Callas, mesmo nos seus tempos de glória (mid-50), etc. -, ignorar o talento da Bartoli é quase grotesco !

Este recital, gravado ao vivo, em Vicenza, em 1998, destaca-se pela ousadia do repertório - barroco, clássico, romântico - e pelo inigualável virtuosimo !
Se é verdade que, no território interpretativo, a Bartoli dá cartas, sobretudo, no domínio buffo, falar dela, apenas, como uma Rosina, Angelina ou demais heroínas belcantistas rossinianas é, acima de tudo, muito limitativo !

Live in Italy é de uma ousadia heróica, sem precedentes... e sem rede, pois não foi alvo de intervenções técnicas que o aperfeiçoassem !

Destaque para a única ária de Vivaldi que o disco contém, de seu nome Agitata da due venti... se conseguirem respirar...
Quando penso no Belo e no Perfeito, ocorre-me sempre esta interpretação de Vivaldi !

6 comentários:

César Viana disse...

Este disco é assombroso, tal como o cd de estreia dela com um extraordinário recital de Rossini. Lá vou ter de reactualizar a lista... E o "agitata da due venti" não é deste mundo. Tenho uma versão em vídeo; não sei se já saíu em dvd.

César Viana disse...

Ah, e o belíssimo 2.º cd, com Mozart!

César Viana disse...

não tenho nada uma edição em vídeo; confundi com o recital no Savoy

Il Dissoluto Punito disse...

Também tenho a versão deste monumental recital, em DVD ! Sei bem do que fala !
Quanto ao segundo cd dedicado a Mozart, nem falo disso ! É um portento ! A plasticidade das suas múltiplas encarnações é impressionante ! Este registo tem a mais fantástica Fiordiligi que conheço !

cândida disse...

agora devo tar no meio de
mel, ó manos.
ehehehej

Il Dissoluto Punito disse...

Ana, és tu ?