sábado, 5 de janeiro de 2008

37º Don Giovanni

A psicanálise – uma das minhas damas – ensinou-me a duvidar cientificamente das coincidências.

Margarida Rebelo Pinto – que não é minha dama, nem por coincidência!!! -, a todo o instante, recorda-nos, por via dos seus escritos, que Não há coincidências...

Pois bem... acredite o leitor ou não nas ditas cujas, a verdade é que, sem me ter dado conta, no dia do meu 37º aniversário, adquiri o meu 37º Don Giovanni!

Nem mais, nem menos que a remasterização do meu primo Don, o de Giulini, bem entendido!

O que outrora exibia este fácies (já na era do cd!)...


... desde 2002, graças a um lifting, assumiu este rosto


Coincidência ou não, aqui para nós, tem uma imensa graça! Ou, como é próprio da adjectivação corrente, de uma certa Lisboa,"É F'NTÁXXTICO"!

8 comentários:

Paulo disse...

Parabéns, João.
Que passe muito bem o dia, sem punições. Nem pense nelas.

Um abraço.

Fernando Vasconcelos disse...

Espere, deixe ver se entendi correctamente: 37 DISCOS do D. Giovanni ? Sinceramente se o número de versões que tiver de outras óperas for equivalente não sei como consegue sequer ter espaço ... mesmo com CDs ;-) ... fora de brincadeira Muitos Parabéns e que tenha um dia ... FANTÁSTICO :-)

Leporello disse...

Muitos parabéns, mestre.

A propósito, a versão remasterizada vale a pena ou não se nota grande diferença em relação à antiga?

Um abraço.

Raul disse...

Não sei se o João reparou as alterações na ordem dos cantores. Há diversos critérios, mas o que eu julgo mais apropriado é o da intervenção da personagem na acção associada à importância das suas linhas vocais e também ao que tem de cantar. No Don Giovanni qualquer capa deveria ter esta ordem: Don Giovanni, Leporello, Dona Anna, Dona Elvira, Don Ottavio, Zerlina, Comendatore e Maseto. Sou totalmente contra à Callas vir primeiro e com letras maiores do que o Tito Gobbi na capa da EMI do Rigoletto.

Fernando Vasconcelos disse...

Pois eu como marketeer (desculpem mas ninguém é perfeito :-)) tenho de entender isso ... E aqui entre nós se isso for condição suficiente e necessária para se re-masterizar e voltar a tornar disponível uma obra que provavelmente estava virtualmente esgotada, que se façam as alterações que o mercado exige, desde que claro exista o mínimo de seriedade e rigor. O destaque para a Callas em termos de mercado é inevitável, eu confesso que se fosse responsável por fazer sair este disco faria provavelmente o mesmo ...

Il Dissoluto Punito disse...

Paulo, Fernando, Leporello,

Para o ano, cá estarei, narcisicamente - à la Don Giovanni - a recordar o meu aniversário!

Il Dissoluto Punito disse...

Fernando,

Voilà: 37 interpretações integrais de Don Giovanni! Nem mais, nem menos... Eu sei que a coisa roça o patológico - custou-me muitos anos de divã, antes de eu próprio me tornar num profissional do divã, como analista, entenda-se!

Il Dissoluto Punito disse...

Leporello,

O som parece purificado!!! Soberbo ;-)))))))