quinta-feira, 1 de novembro de 2007

Disse-me um passarinho...

... que está para breve o lançamento de uma pérola de la Dessay, absolutamente belcantista, desta feita: De Lucia a Violetta!

Muito, muito Donizetti, bastante Bellini e algum Verdi...



É esperar...

6 comentários:

me disse...

ela é fantastica!

Anónimo disse...

Não sou muito de discos de arias.... já tenho tantos.... mas pago para ouvir a Dessay no "caro nome" e aria da Stuarda deve ser exactamente à sua medida.

J. Ildefonso.

Anónimo disse...

O João conhece o Caro Nome pela Leontyne Price ?
Raul

Anónimo disse...

Não conheço Raul... nem sabia que existia! O Raúl tem o novo c.d. do Florez? É absolutamente notável. As arias de Bellini, Il Pirata e Bianca e Fernando, são muito belas e serviram de base a composições mais tardias e melhor conhecidas. Tem uma revisão duma aria que eu sei que o Raúl gosta muito muito da ermione desta feita para "La donna del lago" e tem uma excelente interpretação do Guilherme Tell. Recomendo vivamente.

J. Ildefonso.

Anónimo disse...

Caro Raúl a ausência de sinais de pontuação do mail anterior deve-se quase exclusivamente ao facto de estar no local de trabalho sem grande disponibilidade de consultar a net:-))))
I'm sorry.
O que é que o Raúl achou do c.d. da Bartoli?

J. Ildefonso.

Anónimo disse...

João,
Ainda não tive oportunidade de o comprar. Anotei essa sua recomendação sobre o CD do Florez. Sim, eu gosto bastante de ópera seria rossiniana, nomeadamente a Semiramide, a Ermione e a Zelmira.
Quanto à Price, estou a referir uma colecção de 4 CDs com o título de Prima Donna Assoluta e que felizmente possuo. Neles a excepcional cantora canta o seu reportório habitual, que era um tanto limitado, e faz incursões em território a que a não associamos, como por exemplo o Caro Nome e a Casta Diva. No Caro nome, onde não faz as coloraturas, canta num registo tipo Callas, carregando toda a melodia da ária na sua grande voz, mas sempre controlada. O resultado é superbo. Quanto à Casta Diva, há voz, o lindíssimo timbre, o autoritarismo, mas a técnica belcantista não é o seu campo. Mesmo assim gosto muito de ouvir.
Raul