sexta-feira, 28 de abril de 2006

Tanz fur mich, Salome*

*Dança para mim, Mlada Khudoley...
(, depois explico...)

3 comentários:

Kundry disse...

Para quem esteve ontem, 27 de Abril de 2006, no Grande Auditório da Fundação Gulbenkian, não precisa de explicar nada. Khudoley foi uma Salome para a eternidade.

Il Dissoluto Punito disse...

Kundry,

A Salome consegue sempre seduzir-me... Já a Kundry, tem dias: Dalis, Mödl e Meier? Sem dúvida. As demais...

Anónimo disse...

e