domingo, 26 de fevereiro de 2006

Da hipomania (lírica)

A hipomanía é um quadro clínico característico das perturbações do humor.

Na sua definição concorrem - além da euforia -, a agitação psico-motora, a diminuição da necessidade de repouso, associadas a sentimentos de grandiosidade, optimismo e excitação.

Também na lírica se encontram figuras hipomaníacas, criaturas alheias à fadiga, cujas vidas se desdobram num sem número de compromissos e actividades distintas.



Domingo acumula a direcção das óperas de Los Angeles e de Washington, tarefas (ligeiríssimas!) que se somam à sua (interminável, felizmente!!!) carreira de intérprete lírico - onde detém um recorde de interpretações (sensivelmente 110 papeis operáticos no reportório, coisa singela!!!!) -, não esquecendo a direcção orquestral (porventura a menos brilhante da sua multifacetada genialidade).

Villazón - tão latino quanto Domingo - desdobra-se em diversificadas interpretações líricas (ele é ópera, ele é lieder, ele é repertório russo, italiano, francês, alemão, ufffffffff).

A avaliar pelo vídeo promocional que acompanha o seu último trabalho discográfico (este), a sua hipomanía bordeja o furor maníaco: o dito vídeo extenua-nos, tal é a agitação de Rolando, sempre banhada em águas eufóricas!!!



(Ou muito me engano ou ainda vais acabar a tomar sais de lítio, caro Rolando!)

7 comentários:

Anónimo disse...

João, que mau !!!
Espero que em Março não bata tanto no rapaz. Tem de escolher cantor para as aras sacrificiais.
Raul

Il Dissoluto Punito disse...

Raul,

Que ideia! Longe disso!
Falo de hipomania com admiração! Olhe que eu admiro - cada vez mais - o Villlazón! Mas, se vir o vídeo de que lhe falei, vai ficar arrasado!

Anónimo disse...

Caro João.

Esqueceste-te da Música Antiga. Sim! O Villazon está a gravar Monteverdi.

J. Ildefonso.

Anónimo disse...

Já agora aproveito para informar, acaso seja de interesse, o caro co-bloger Raul, que expressei a minha opinião defenitiva sobre a Schwarskopf na mensagem respectiva.

J. Ildefonso.

Dalva disse...

Parabéns pelo seu cultíssimo blog, e parabéns pelo seu lindíssimo rebento.

Um abraço d'além mar.

Dalva.

Il Dissoluto Punito disse...

João,

Monteverdi??? Não! Ainda vai abordar a escola vienense, não te parece?! O fulano é mesmo maníaco!!!

Il Dissoluto Punito disse...

Dalva,

Quanta generosidade, apelidar este blog de culto... Quanto ao rebento, estou de acordo: é lindo (como a mãe ;-)) !!!