quinta-feira, 22 de dezembro de 2005

Férias!!!

Entre leituras e audições operísticas, deleitado, divido a minha fruição.
Como é bom o ócio!

Enquanto Zeus e Atena (sobretudo esta) abrem caminho a que Telémaco procure Ulisses, o amado pai, que se encontra preso, longe de Itáca, von Karajan abre as hostes, numa soberba abertura, conduzida com brio, ora sublinhando o trágico e lúgubre, ora enfatizando a comedia...

Pausa no Canto II; pausa na cumplicidade inicial entre Don Giovanni e Leporello.

5 comentários:

MyHiraeth disse...

Pois, férias, com que então... estás em plena dissolução! Ai, enviiiidia..!!! :-)

Il Dissoluto Punito disse...

A inveja é um pecado capital ;-)
Bjs
João

MyHiraeth disse...

Dissoluto... estamos quites! O ócio também!!!

Mas hoje não é dia de falarmos de pecados, mas sim de virtudes - a grande virtude (ou a benção) de termos junto de nós aqueles que mais amamos.. o Natal é um bom momento para recordarmos o que é verdadeiramente importante - enfim, na língua de Shakespeare, "count one's blessings.."

Conto entre as minhas bençãos a sorte de vos ter conhecido. E entre os meus desejos o de vos acompanhar por muitos anos.

Um feliz Natal, meus queridos!

Penelope disse...

Olá

Il Dissoluto Punito disse...

Penélope... quem se oculta sob a tua capa?