sexta-feira, 1 de julho de 2005

Don Giovanni... mais curiosidades estatísticas

3 dos 4 papeis para barítono, baixo-barítono ou baixo, dobram a última consoante: don giovaNNi, leporeLLo e maseTTo.

2 dos 5 papeis masculinos - o de tenor e o de baixo - dobram consoantes à esquerda: don oTTavio e il coMMendatore.

Moral da estatística: todos os homens da trama têm consoantes dobradas, ou no início, ou no fim !

Apenas doNNa aNNa tem este privilégio, ao quadrado !

A circunstância de (apenas) uma personagem feminina contar com tal atributo (x 2 !) invalida a tese do plus masculino !
Será a excepção que confirma a regra ?

Haverá alguma tese sobre o assunto ?

5 comentários:

HVA disse...

Provavelmente já o saberá, de qualquer forma deixo aqui a referência ao facto de, recentemente, a editora Orfeo d'Or ter lançado um CD com a gravação de Don Giovanni efectuada em 1953 por Wilhelm Furtwängler, à frente da Filarmónica de Viena. Já está na minha lista de compras...

Il Dissoluto Punito disse...

Já tinha dado conta... Mas, diga-me... será a mesma gravação, ao vivo, em Salzburgo, que a EMI publicou ? Tenho ideia que são gravações de récitas distintas: a da EMI é de ´54... mas, creio que os elencos são muito semelhantes ! Furtwängler é um mago, mas as suas interpretações do Don são excessivamente sérias !
Mais um para a lista... Obrigadíssimo pela informação !
Estou, nesnte momento preciso a ouvir o Don do Abbado, com terfel, na pele de Leporello...

HVA disse...

Tem razão, são duas gravações distintas. O elenco de '54 é quase igual ao de '53, com uma única excepção: Deszö Ernster aparece como Commendatore no lugar de Raffaele Arié. Com vantagem para Arié...

pb disse...

Eu acho que ninguém está melhor posicionado do que o próprio autor deste blogue, "il dissoluto punito", para fazer essa tese.

Il Dissoluto Punito disse...

Tenho de pensar seriamente no assunto... caro PB !