quinta-feira, 16 de junho de 2005

Carlo Maria Giulini (1914-2005)

Aos 91, Carlo Maria Giulini partiu para sempre.
Deixou-nos o último dos discípulos de Toscanini.
As suas lendárias gravações eternizam-no...

Ouçamo-lo !

No que à ópera diz respeito - particularmente em Mozart e Verdi, compositores tão caros a Giulini -, aqui ficam as minhas referências predilectas, que o maestro italiano dirigiu soberanamente:


(Don Giovanni - EMI)


(Le Nozze di Figaro - EMI)


(Rigoletto - DG)


(Falstaff - DG)


(Il Trovatore - DG)


(Don Carlos - EMI)


(La Traviata - EMI)


(Messa da Requiem - EMI)


Paz à sua Alma...

5 comentários:

César Viana disse...

Não sabia da notícia; andamos mesmo em maré de lutos... Verifico com alegria que incluiu a versão do Falstaff, que tanto aprecio.

Anónimo disse...

Caro César Viana,
Peço desculpa se achar algo de presunção no vou dizer, pois essa não é a intenção:
Não imagino um discoteca básica sem o Don Giovanni que aqui o avisadíssiomo Dissoluto refere; e quanto à Traviatta, só não fará parte da discografia básica, se possuir a gravação da récita no São Carlos.
Raul

Il Dissoluto Punito disse...

Caríssimo Raul,

E se lhe disser que tenho duas LA TRAVIATA, no São Carlos, com a Callas? Uma da EMI e outra... da Antena2!!!

Anónimo disse...

Pois é. Eu sei da existência dessa. Eu tenha a da EMI. Qual é a diferença ?
Raul

Il Dissoluto Punito disse...

Raul,

A da Antena dois é que é A GRAVAÇÃO! O som é soberbo!